Meio ambiente

A adequação do Grupo Fleury à ISO 14001 iniciou-se a partir de sua mudança para a atual sede, no bairro do Jabaquara, zona sul de São Paulo, no segundo semestre de 2000. As instalações do prédio reúnem todas as condições físicas para a empresa atender completamente às especificações técnicas da norma, sobretudo as relativas a questões complexas, como o tratamento interno dos resíduos de saúde infectantes, o qual obteve, em 2006, a licença ambiental, um fato inédito na área.

Além disso, diversos programas de gestão ambiental são acompanhados pela empresa, sendo os principais relacionados à diminuição da geração de resíduos e economia de recursos naturais. Com relação a esse aspecto, o Grupo Fleury pratica, desde a década de 90, a coleta seletiva em todas as dependências da empresa, bem como destina adequadamente outros materiais que possam causar impacto negativo no ambiente, como reagentes químicos, filmes de Raios-X, lâmpadas fluorescentes e óleo de cozinha.

Em 2008, foi iniciado o programa “Empresa Livre de Mercúrio”, em parceria com a Delegacia Regional do Trabalho de São Paulo. Por meio desta ação, equipamentos contendo mercúrio metálico, tais como termômetros e esfigmomanômetros, foram substituídos por alternativas digitais, que não contêm este elemento. Mais de 400 equipamentos foram substituídos desde o início deste programa.

Ainda em 2008, foi inaugurado o primeiro prédio sustentável do Grupo, a Unidade Fleury Rochaverá-Morumbi. Este local, construído segundo os requisitos de certificação LEED (Leadership in Energy Efficiency and Design), levou em consideração, desde o projeto até a fase de obras, requisitos de sustentabilidade, de modo a reduzir o seu impacto. A unidade foi o primeiro prédio da área de saúde no Brasil a conquistar o nível ouro da certificação LEED. Em 2012, a mesma certificação foi conquistada pela Unidade Fleury Alphaville.

Como fruto de seu compromisso ambiental, o Grupo Fleury implantou, ainda, uma série de iniciativas para gestão de impacto de mudanças climáticas, dentre as quais destacamos a adoção do serviço de bike courier em São Paulo (SP) e uma solução de TI verde para gerenciamento de impressões e documentos.

A partir de 2009, o Grupo Fleury passou a inventariar suas emissões de gases de efeito estufa (GEE), o que inclui o consumo de energia, número de viagens de colaboradores, dentre outros. Com base neste levantamento, foram definidas metas e ações para a redução destas emissões. Em 2013, o Grupo Fleury incluiu no seu inventário de gases de efeito estufa o impacto da operação de terceiros.

Assim como a norma ISO 9001 consolida uma excelência que sempre foi reconhecida pela opinião pública e pela comunidade médica, a ISO 14001, por sua vez, inaugura uma referência bastante contemporânea para o Grupo Fleury no mercado.